Autismo


Autismo - Concentração mórbida do indíviduo sobre si mesmo; alheamento do real.

Um autista pode não fazer distinção entre objectos, pessoas ou animais, pode ficar agitado quando transportado para um lugar inofensivo ou correr sem medo por uma rua cheia de tráfego. E, embora tenha inteligência normal, pode dar a impressão de ser anormal ou, em alguns casos, surda - devido ao seu desprezo pelos estímulos externos.


A variedade e severidade dos sintomas pode variar muito de caso para caso.

O diagnóstico do autismo começa pelos sintomas externos.

Exemplos:

- Os pais queixam-se que o filho não fala.
- Os psicólogos falam de problemas de interacção social e ausência de habilidade de comunicação.

Muitas variedades de autismo já foram identificadas.

Exemplos:

- Um neurologista pode observar uma malformação ou tumor cerebral
- Um geneticista pode diagnosticar uma mutação genética que provoque um atraso na maturação do cérebro
- etc, etc


O autismo não é uma doença - é um conjunto de sintomas que podem ter várias origens.

Por trás dos sintomas do autismo está um problema cerebral na zona das emoções. O comportamento depende das emoções - sem emoções não há comportamento, poucas emoções podem dar comportamento bizarro..

Pedir a um autista para responder a uma pergunta pode ser equivalente a pedir a um paralítico para se levantar.


O problema é normalmente um defeito de origem genética.

Atinge mais rapazes que raparigas.

Na maior parte dos casos, o autismo desaparece antes da adolescência.


Click aqui: O meu filho é autista